Modelos de Petição

MODELO DE PETIÇÃO PROCESSO CIVIL. ABANDONO DA CAUSA. NECESSIDADE INTIMAÇÃO PESSOAL DA PARTE. APELAÇÃO

20/01/21 | Comentários desativados em MODELO DE PETIÇÃO PROCESSO CIVIL. ABANDONO DA CAUSA. NECESSIDADE INTIMAÇÃO PESSOAL DA PARTE. APELAÇÃO

Rénan Kfuri Lopes

Baixar arquivo da petição

COMENTÁRIOS:

– Nos termos do art.. 485 – O juiz não resolverá o mérito: (…) III – por não promover os atos e diligências que Ihe incumbir, o autor abandonar a causa por mais de 30 (trinta) dias; (…) § 1º Nas hipóteses descritas nos incisos II e III, a parte será intimada pessoalmente para suprir a falta no prazo de 5 (cinco) dias.

– Nesse sentido, ensina HUMBERTO THEODORO JÚNIOR: “Em qualquer hipótese, porém, a decretação não será de imediato. Após os prazos dos incisos II e III do art. 485, o juiz terá, ainda, que mandar intimar a parte, pessoalmente, por mandado, para suprir a falta (isto é, dar andamento ao feito). Só depois dessa diligência é que, persistindo a inércia, será possível a sentença de extinção do processo, bem como a ordem de extinção do processo” (CPC art. 485, § 1º).

Exmo. Sr. Juiz de Direito da …Vara de Família da Comarca de …

Ação revisional de alimentos n. …

(nome, qualificação, endereço e CPF), autor, por seu advogado in fine assinado, nos autos da ação revisional de alimentos epigrafada, em que promove contra …, representada por sua genitora …, vem, respeitosamente, interpor a presente apelação (CPC, art. 1.009) contra a r. sentença de fls. …, pelas razões de direito adiante aduzidas:

Colenda Câmara,

I – BREVE ESCORÇO

1. O apelante promoveu contra a apelada ação revisional de alimentos, distribuída em “…” para o douto Juízo da Comarca de …, cadastrado o processo sob o n. …

2. Remetidos os autos para o parecer do Ministério Público, opinou pela declinação da competência de ofício para a comarca de …, onde residiam as demandada – [fls. …].

3. O d. Magistrado acatou o parecer do Ministério Público e determinou o enviou dos autos para a comarca, sob o fundamento único de ser lá (em …) “a atual residência da alimentada” de … – sic despacho declinando competência para comarca de … fls. …

4. O apelante interpôs embargos de declaração com pedido de efeito modificativo, pontuando que concordava como o fundamento do r. decisum embargado quanto a remessa do feito para o local onde efetivamente residia a alimentada –  fls. …

5. Todavia, aduziu que em …, ou seja, APÓS DISTRIBUIDA A AÇÃO REVISIONAL, o ora apelante, foi citado para uma execução de alimentos promovida pela apelada, distribuída junto ao d. juízo da …ª Vara da Comarca de …, naquela execução foi informado o atual endereço da apelada, domiciliada na comarca de …

6. E por isso, dentro da lógica jurídica que motivou a r. decisão monocrática, ordenando de ofício a remessa dos autos para a Comarca onde reside a alimentada, haveria de ser modificado quanto á comarca, não mais …, mas sim para …

7. Os embargos declaratórios foram rejeitados, sob o pretexto de que “à época da propositura a residência da parte requerida era efetivamente em …, portanto ali fixada a competência” – decisão juntada  às fls. …

8. O ora apelante interpôs Agravo de Instrumento contra a r. decisão do d. juízo que declinou sua competência para o juízo cível de …, razões recursais do agravo de instrumento juntado às fls. …

9. O apelante juntou às fls. …, a íntegra do acórdão em que a d. …ª Câmara Cível do TJ…, à unanimidade de votos deu provimento ao Agravo de Instrumento n. …, para determinar a remessa dos autos para o foro onde tramita a execução e reside a alimentada na comarca de …

10. Parecer do Ministério Público, opinando pelo prosseguimento do feito, procedendo-se à citação da ré para oferecer resposta no prazo legal – fls. …

11. Através do r. despacho de fls. … foi designada audiência de conciliação instrução e julgamento para o dia …, mais a citação da ré.

12. A ilustrada secretaria expediu carta precatória para a comarca de …, determinando a citação e intimação da ré/apelada para querendo, contestar no prazo de 15 (quinze) e para tomar conhecimento da audiência de conciliação, instrução e julgamento designada, – fls. …

13. Pela certidão exarada às fls. …, o meirinho registrou que compareceu ao local e “deixou de citar e intimar a Sra. …, por todos os termos e conteúdo do referido mandado, pois não a encontrei no local. Segundo informações da Sra. …, a referida mudou-se para …, porém não soube precisar seu novo endereço” [sic].

14. Através do r. despacho de fls. … o d. juízo determinou o cancelamento da audiência, tendo em vista a impossibilidade de localizar a demandada e determinou à intimação do apelante para fornecer o novo endereço para intimação da ré.

15. Em atendimento ao r. despacho de fls.. ., o  apelante às fls. …, informou o novo endereço para intimação da demandada/recorrida.

16. O apelante juntou às fls. … sentença proferida nos autos da execução de alimentos n. …, movida pela ora demandada em face do apelante, na qual a d. juíza da …ª de família de …, extinguiu o feito diante da reconhecida incapacidade financeira do executado, ora apelante, em consonância com o pedido revisional.

17. Carta precatória expedida para a comarca de …, determinando a citação da ré para querendo, contestar no prazo de 15 (quinze) dias – fls. …

18. Pela certidão exarada às fls. …, o meirinho registrou que compareceu ao local e “deixou de citar …, por não mais residir nesse endereço” [sic].

19. O d. juízo determinou a intimação pessoal do apelante para imprimir regular andamento ao feito, informando o atual endereço da requerida, sob pena de extinção do processo sem resolução do mérito – [sic – despacho de fls. …].

20. A ilustrada secretaria em cumprimento ao despacho de fls. …, procedeu à intimação “pessoal” do ora apelante/autor através por via postal. A carta de citação com Aviso de Recebimento foi encaminhada para o seguinte endereço: Rua … n. … apto …, …

21. O Aviso de Recebimento-AR da carta de intimação foi juntado aos autos às fls. … não cumprido! Conforme anotado pelo carteiro, foi recebida a carta de intimação por pessoa de total e absoluto desconhecimento do autor, presumindo-se chamar “…” (vide fls. …).

22. Constatada essa irregularidade em relação à intimação do autor/apelante para dar andamento ao feito, de forma escorreita o ilustre representante do Ministério Público emitiu parecer para que “seja dado integral cumprimento ao r. despacho de fls. …, com a consequência intimação pessoal do autor, através de Carta Precatória” – [sic fls. …].

23. O d. juízo determinou às fls. …, a intimação pessoal do autor ora apelante via carta precatória, para no prazo de 48 horas dar andamento ao processo.

24. Cumprindo ao r. despacho de fls. …, a ilustrada secretaria expediu carta precatória para a comarca de …, determinando a intimação do apelante para dar andamento ao feito sob pena de extinção, no MESMO endereço da anterior e frustrada diligência postal de fls. …, dirigida àquele  endereço: Rua … n. … apto …, … [vide carta precatória fls. …].

25. Certidão do oficial de justiça exarada às fls. …, certificou o meirinho que “compareceu na Rua … número … apto …, Bairro … a fim de intimar a …, mas não obtive êxito, devido o mesmo não residir no local indicado a mais de um ano. Isto, segundo a Sra. …(atual moradora), que também não soube precisar o endereço da pessoa a ser intimada. Diante disto, devolvo, pois o presente mandado para os devidos fins. O referido é verdade e dou fé” [sic- fls. …].

26. De pronto, o d. juiz monocrático, JULGOU EXTINTO o processo, sem resolução do mérito, com fundamento no artigo 485, III, e IV, do CPC, ao fundamento de que o autor, ora apelante, teria sido regularmente intimado para dar andamento ao processo, e diante da sua omissão em não promover os atos e diligências, considerou que ocorreu o abandono da causa, extinguindo o processo sem resolução do mérito, com fincas no art. 485, III, e IV, do CPC,  consoante se depreende da v. sentença apelada de fls. …

27. Esta a síntese do caderno processual.

II – PROVIMENTO DO RECURSO

II.1- NULIDADE DA SENTENÇA –

DESCUMPRIMENTO DO Art. 485, § 1º DO CPC –

A SENTENÇA PARTIR DA “FALSA PREMISSA” DE QUE TERIA OCORRIDO A INTIMAÇÃO PESSOAL DO APELANTE/AUTOR PARA DAR PROSSEGUIMENTO AOS AUTOS –

ESSA CIRCUNSTÂNCIA JAMAIS OCORREU, POIS EM NENHUM MOMENTO SUCEDEU A INTIMAÇÃO PESSOAL DO RECORRENTE/AUTOR –

PARA EXTINGUIR O PROCESSO É INDISPENSÁVEL A INTIMAÇÃO PESSOAL DO AUTOR, O QUE INOCORREU NESSE PROCESSADO-

FARTO REPERTÓRIO JURISPRUDENCIAL AGASALHANDO A TESE ESPOSADA PELO RECORRENTE –

28. Inobstante o reconhecido saber jurídico do d. juiz sentenciante, data venia, por exceção, não se houve com o habitual acerto no caso em apreço, pois o cerne da decisão extinguindo o processo sem resolução do mérito partiu de uma PREMISSA EQUIVOCADA de que o autor/apelante havia sido regularmente intimado.

29. E na singela leitura dos autos, constata-se a prima facie flagrante equívoco contido na v. sentença objurgada, circunstância que a vicia de nulidade insanável, vez que afronta ao dispositivo da Lei Instrumental Civil que exige,  ius cogens, pela dicção alva do art. 485, § 1º do CPC, que ocorra a PRÉVIA intimação pessoal da parte para dar andamento ao feito, como condição sine qua non para caracterizar o abandono da causa.

30. E as 02 (duas) tentativas de intimações pessoais do autor/apelante para dar andamento ao feito, sob pena de extinção por abandono, restaram-se frustradas, como se verifica às fls. …!

31. Daí se poder afirmar que a v. sentença cometeu error in procedendo, pois para extinguir de chofre os autos sob o fundamento do abandono da causa, imporia a intimação pessoal do recorrente/autor, circunstância que não ocorreu, por isso, aplicando erroneamente a disposição legal que regra a matéria, esculpida no art. 485, § 1º do CPC.

32. No caso em tablado, indubitável que o apelante NUNCA foi intimado pessoalmente para dar andamento ao processo, sob pena de extinção, restando evidente uma desatenta leitura ao processo pela r. decisão de primeiro grau, data venia, desautorizando, por isso, à prematura extinção do processo com base nessa errônea proposição, não condizente com a realidade dos autos, como detalhadamente demonstrado alhures pelo recorrente, quando dito na v. sentença apelada, in expressis:

“…Mais uma vez intimada, desta feita pessoalmente, a parte autora não se manifestou nos autos.

É o relatório. Decido.

Cumpre à parte autora dar andamento ao feito, promovendo as diligências necessárias ao deslinde da questão.

Neste caso, a parte autora não promoveu os atos que lhe competia, abandonando a causa por mais de 30 dias, mesmo após sua intimação pessoal

[sic- fls. …]

33. Imprescindível a intimação pessoal da parte para a caracterização do abandono de causa, conforme preceitua o comando do art. 485, inciso, II e III, parágrafo 1º, do Código de Processo Civil, in verbis:

Art. 485. O juiz não resolverá o mérito quando:

(…)…

§ 1º- O juiz ordenará, nos casos dos incisos II e III, o arquivamento dos autos, declarando a extinção do processo, se a parte, intimada pessoalmente, não suprir a falta em 48 (quarenta e oito) horas.

…omissis…

34. NELSON NERY JÚNIOR E ROSA MARIA ANDRADE NERY lançam suas luzes sobre o tema:

Não se pode extinguir o processo com fundamento no CPC 267 III, sem que, previamente, seja intimado pessoalmente o autor para dar andamento ao processo. Para que se verifique esta causa de extinção do processo, é necessário o elemento subjetivo, isto é, a demonstração de que o autor deliberadamente quis abandonar o processo, provocando sua extinção. O termo inicial do prazo ocorre com a intimação pessoal do autor para dar andamento ao processo (CPC, art. 267, §1º)” (Código de Processo Civil Comentado, Ed. RT, 12ª ed., p.608, 2.012- destaque nosso).

35. O processualista dos pampas, MONIZ ARAGÃO, é incisivo ao pontuar que se inoperante as intimações de outras maneiras, há de ser intimada via edital:

A intimação há que ser feita à própria parte, ao contrário do que dispunha o Código de l939 (art. 202), que se satisfazia com a do advogado. Se não for possível realizá-la por mandado, porque o autor se mudou e seja desconhecido o seu novo endereço, poder-se-á recorrer aos editais. Não basta que o processo haja estado paralisado, é indispensável que o autor revele o intuito de abandoná-lo” (Comentários ao Código de Processo Civil, Ed. Forense, 3ª ed., vol. II, p. 504).

36. O inexcedível PONTES DE MIRANDA esgota o tema:

Se o autor deixar de promover os atos ou diligencia que lhe competiam, e, assim, abandona a causa por mais de trinta dias (art. 267,III), TEM DE SER INTIMADO, PESSOALMENTE, para que supra a falta em quarenta e oito horas” (Comentários ao Código de Processo Civil, Ed. Forense, 3ªed., Tomo III, p.476).

37. Outrossim, mister ressaltar que a intimação pessoal da parte exigida textualmente pelo § 1º do art. 485 do CPC, destina-se exclusivamente ao sujeito processual propriamente dito e não seu advogado .

38. Ademais, o apelante sempre demonstrou interesse no prosseguimento do processo, tendo, inclusive, impulsionado o ato de citação quando veio aos autos às fls. … e informou o novo endereço para citação da demandada ora apelada.

39. Verificando-se às escancaras o erro in procedendo da v. sentença que aplicou de forma açodada as normas do art. 485, inciso III e IV do CPC, partindo de uma premissa inverídica, falsa e equivocada que houvera sido regularmente intimado pessoalmente o autor/ora apelante para dar seguimento ao feito, sem o regular atendimento à exigência prévia do § 1º do mesmo dispositivo da Lei Instrumental Civil, impõe-se nessa superior instância seja decretada sua nulidade, permissa venia.

40. O colendo TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS em situações idênticas à sub cogitabondo teve reiteradas oportunidades de decidir na esteira da tese esposada pelo ora apelante.

APELAÇÃO CÍVEL.. EXTINÇÃO DO PROCESSO POR ABANDONO. INTIMAÇÃO PESSOAL. NÃO ATENDIMENTO. REQUERIMENTO DO RÉU. NECESSIDADE. SUMULA 240 DO STJ. APLICABILIDADE. RECURSO PROVIDO. SENTENÇA ANULADA.

A extinção do processo sem resolução do mérito por abandono de causa só pode ser decretada se a parte, intimada pessoalmente, deixar de dar andamento no feito no prazo de cinco dias nos termos do art. 485, III do CPC.. A extinção do feito por abandono, uma vez formada a relação processual, depende de requerimento do réu, como prevê a súmula 240 do STJ. (TJMG. Apel. Cível n. 1.0394.13.007504-4/001, Rel. Des. AMORIM SIQUEIRA, DJ. 14/12/2016).

“APELAÇÃO CÍVEL ABANDONO DA CAUSA – RELAÇÃO PROCESSUAL ANGULAR – REQUERIMENTO DO EXECUTADO – NECESSIDADE – SÚMULA 240/STJ.

A extinção do processo por abandono da causa, uma vez formada a relação processual angular, depende de requerimento do executado, situação técnica processual civil não observada, porquanto de ofício a ordem de intimação do exequente, por meio do procurador e pessoalmente. “A extinção do processo, por abandono da causa pelo autor, depende de requerimento do réu.” Recurso provido”.(TJMG. Apel. Cível n. 1.0040.12.004890-1/001, Rel. Des. SALDANHA DA FONSECA , DJ. 13/05/2014)

APELAÇÃO CÍVEL DIREITO PROCESSUAL CIVIL –  ABANDONO DA CAUSA – NECESSIDADE DE PRÉVIA INTIMAÇÃO DA PARTE E SEU PATRONO – EXEGESE PROCESSUAL – RECURSO PROVIDO.

– Para que reste caracterizada a desídia, autorizadora da extinção do processo por abandono, é de rigor a prévia intimação do autor na pessoa do seu patrono e pessoalmente. (TJMG. Apel. Cível n. 1.0342.07.088579-9/001 Rel. Des. MÁRCIO IDALMO SANTOS MIRANDA, DJ. 10.11/2016).

APELAÇÃO CÍVEL. EXTINÇÃO DO PROCESSO SEM RESOLUÇÃO DO MÉRITO. ART. 267, III, DO CPC/73. ABANDONO DA CAUSA. INTIMAÇÃO PESSOAL. NECESSIDADE. § 1º DO ART. 267 DO CPC. PRECEDENTES DO C. STJ. SENTENÇA CASSADA.

– A extinção do processo, sem resolução de mérito, na hipótese de abandono da causa pelo autor por mais de 30 dias, depende de prévia intimação pessoal para que supra a falta no prazo de 48 horas, conforme prevê o art. 267, III, § 1º, do CPC/73.

– Via de consequência, não observados os requisitos do §1º do art. 267 do CPC, a extinção do feito revela-se prematura, e, portanto, deve ser cassada a sentença.

– Recurso provido. (TJMG, Apel.Cível n. 1.0134.11.009175-5/001, Rel. Des. WANDER MAROTTA, DJ. 06/12/2016)

APELAÇÃO ABANDONO DA CAUSA NÃO CONFIGURADO – NECESSIDADE DE REGULAR INTIMAÇÃO PESSOAL DA PARTE – REQUERIMENTO DO RÉU – DESNECESSIDADE – INAPLICABILIDADE DA SÚMULA 240 DO STJ.

– Para a extinção do processo por inércia da parte autora é imprescindível que reste evidenciada a sua vontade deliberada em abandonar a causa, fazendo-se necessário, para caracterizar a desídia, a sua regular intimação pessoal para impulsionar o feito.” (TJMG, Apel. Cível n. 1.0024.08.289175-5/001, Rel. Des. José de Carvalho Barbosa, DJ. 15/05/2013).

APELAÇÃO CIVEL. EXTINÇÃO DA AÇÃO POR ABANDONO DA CAUSA PELO AUTOR. INOBSERVÂNCIA DO DISPOSTO NO ART. 267, § 1º, DO CPC. AUSÊNCIA DE INTIMAÇÃO PESSOAL DA PARTE. SENTENÇA CASSADA.

A moderna concepção do processo recomenda o máximo aproveitamento dos atos processuais já realizados e repudia a prematura extinção do processo, sem efetiva entrega da prestação jurisdicional reclamada pela parte, tanto que o parágrafo único do art. 250, CPC, expressamente autoriza o aproveitamento dos atos praticados desde que não resulte prejuízo à defesa e atual legislação processual somente admite a aplicação do disposto no art. 267, incisos II e III, se a parte, pessoalmente intimada, não suprir a falta em 48 (quarenta e oito) horas (§ 1º).” (TJMG Apel. Cível n. 1.0702.09.565937-2/001, Rel. Des. Alberto Henrique,DJ.03/05/2013).

ABANDONO DA CAUSA – EXTINÇÃO DO PROCESSO SEM O CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO ART. 267, PARÁGRAFO ÚNICO DO CPC. Deve ser cassada a sentença que extingue o processo em função do abandono da causa, sem a prévia intimação pessoal da parte autora para dar-lhe andamento.” (TJMG, Apel. Cível n. 1.0245.10.014380-0/001, Rel. Des. Maurício Barros, DJ. 01/06/2012).

41. Não distoa o ínclito SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA:

PROCESSO CIVIL. EXTINÇÃO DO PROCESSO POR MAIS DE TRINTA DIAS PELO ART. 267, III, § 1º, DO CPC. INTIMAÇÃO PESSOAL DA PARTE. NECESSIDADE. PRECEDENTES. RECURSO ESPECIAL CONHECIDO E PROVIDO. 1.- Nos termos do art. 267, III, do CPC, o abandono da causa pelo autor pressupõe a demonstração inequívoca do ânimo de abandonar o processo exteriorizado pela inércia manifesto situação que, processualmente, apenas, se configura quando, intimado pessoalmente, permanece o autor silente quanto ao  intento de prosseguir no feito, CIRCUNSTÂNCIA QUE NÃO SE REVELA NA ESPÉCIE DOS AUTOS, VISTO QUE NÃO INTIMADA PESSOALMENTE A AUTORA, NÃO SENDO POSSÍVEL PRESUMIR O DESINTERESSE ante o fato de haver antes requerido a suspensão do processo para informar o endereço do réu.

Precedentes do STJ. 2.- Recurso Especial provido.” (Resp.1137125/RJ, Rel.Min.SIDNEI BENETI, DJ.27/10/2011).

PROCESSUAL. EXTINÇÃO DO FEITO POR ABANDONO DO AUTOR. NECESSIDADE DE INTIMAÇÃO PESSOAL.

1. A jurisprudência da Casa é pacífica no sentido de ser necessária a intimação pessoal do autor para dar andamento ao feito, antes de declarar-se a extinção por abandono.” (STJ, AgRg no Ag 1190165/RJ, Rel.Min.LUIS FELIPE SALOMÃO, DJ. 17/12/2010).

“PROCESSO CIVIL. EXTINÇÃO DO PROCESSO POR MAIS DE TRINTA DIAS PELO ART. 267, III, § 1º, DO CPC. INTIMAÇÃO PESSOAL DA PARTE.

NECESSIDADE. PRECEDENTES. RECURSO ESPECIAL CONHECIDO E PROVIDO.

1.- Nos termos do art. 267, III, do CPC, o abandono da causa pelo autor pressupõe a demonstração inequívoca do ânimo de abandonar o processo exteriorizado pela inércia manifesto situação que, processualmente, apenas, se configura quando,  intimado pessoalmente, permanece o autor silente quanto ao intento de prosseguir no feito, circunstância que não se revela na espécie dos

autos, visto que não intimada pessoalmente a autora, não sendo possível presumir o desinteresse ante o fato de haver antes requerido a suspensão do processo para informar o endereço do réu. Precedentes do STJ. 2.- Recurso Especial provido.” (STJ, Resp.1137125/RJ,Min. SIDNEI BENETI, DJ. 27/10/2011).

PROCESSUAL CIVIL. RECURSO ESPECIAL. EXTINÇÃO DO PROCESSO SEM JULGAMENTO DE MÉRITO. ABANDONO DA CAUSA. INTIMAÇÃO PESSOAL DO AUTOR.

É IMPRESCINDÍVEL A INTIMAÇÃO PESSOAL DO AUTOR PARA DAR ANDAMENTO AO FEITO NO PRAZO DE 48 HORAS, ANTES DE EXTINGUIR O PROCESSO SEM JULGAMENTO DE MÉRITO, POR ABANDONO DA CAUSA.” (STJ, Resp. nº 205.177/SP. Rel. Min. NANCY ANDRIGHI, DJ: 25.06.2001)

42. Por esses motivos, roga-se o PROVIMENTO DA PRESENTE APELAÇÃO para CASSAR A V. SENTENÇA RECORRIDA, determinando o retorno dos autos à instância de origem para o seu regular prosseguimento.

II.2- PREQUESTIONAMENTO EXPRESSO

43. Ad cautelam, para superar óbices legais, regimentais e sumulares, o apelante prequestiona expressamente para fins de eventual interposição de recurso especial (CF, art. 105, inciso III, alíneas ´a´ e ´c´), tenha a r. decisão apelada transgredido a norma infraconstitucional catalogada no art. 485, § 1º do CPC e farto dissídio pretoriano.

III – PEDIDOS

44. Ex positis, o apelante REQUER:

a) SEJA DADO PROVIMENTO AO PRESENTE RECURSO para CASSAR A V. SENTENÇA APELADA por malferir a disposição legal assentada no art. 485 § 1º do CPC, sem o que não se poderia em hipótese alguma extinguir o feito sem resolução do mérito por abandono. E, via de consequência, determinar o prosseguimento do feito com a citação da demandada na forma legal;

b) deixa de recolher as custas do preparo recursal, vez que o apelante encontra-se sob o pálio da assistência judiciária, conforme deferido na parte dispositiva do próprio decisum combatido às fls. …;

c) o colhimento do indispensável parecer do ilustre Representante do Ministério Público (CPC, art. 178, II).

P. Deferimento.

(Local e Data)

(Assinatura e OAB do Advogado)

Compartilhe este artigo!

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda.

Sorry, the comment form is closed at this time.